Apropriações do (In)comum – Parte 5

Memo_ando:  “É um jogo de memória que usa como controle remoto um celular (Nokia N73). O objetivo do jogo é encontrar todos os pares que são formados por vídeos de bocas que falam pequenas frases de autores diversos.”

http://www.youtube.com/watch?v=U6UFFB8W-FE

– Brandscapes:  Os “brandscapes” ocupam os “arquipélagos de enclaves modernizados” e resultam da exteriorização das identidades corporativas, que pretendem constituir “lugares culturalmente independentes onde valores corporativos se materializam em experiências espaciais” (Klingmann, 2003: 3). Bons exemplos disso são a Sony Plaza, em Berlim, Times Square em Nova York e as avenidas Paulista e Berrini, no caso de São Paulo.”

Como os produtos passam a ser muito parecidos nos dias de hoje, as marcas buscam novas formas de marketing, tentando diferenciar-se através de identidades diferentes, como um prédio de arquitetura mirabolante para causar impacto. As marcas buscam capturar a atenção e a memória do consumidor (o chamado neuromarketing), trabalhando com mensagens subliminares que fazem os consumidores usarem seus produtos sem perceberem. Nós vendemos sensações, produzimos e consumimos signos. E os signos são identidade. Mas como trabalhar a identidade numa era em que se perderam as identidades?

Espectros e tragédias:  No interesse de juntar propaganda, arte e tecnologia, a obra “Telefónias”, do artista argentino Mariano Sardón, é composta de bombas d’água e centenas de cabos de plástico colorido, ligados a uma antiga central telefônica com troncos analógicos ainda ativos. “Cada ligação feita na cidade emite um impulso elétrico para as bombas que, por sua vez, forçam por pressão hidráulica a movimentação de uma porção d’água dentro das mangueiras. Impulsos digitais são “reificados” em impulsos analógicos palpáveis; é o sistema de visualização de dados mais original que se tem notícia.”

http://www.youtube.com/watch?v=LRuzWZRfL9U

0 Responses to “Apropriações do (In)comum – Parte 5”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Início

Linguagens Contemporâneas:

Design e Mobilidade

A disciplina de Linguagens Contemporâneas, do curso de Design da UNESP de Bauru, ministrado pelo Professor Dorival Campos Rossi, é o ponto de partida para uma investigação sobre a cibercultura, a Net Art e todas as outras formas de expressão hipertextual, seja ela real ou virtual.
Acompanhe nossas atualizações!

Junte-se a 15 outros seguidores

Páginas

LC no Flickr

DSC_0086

DSC_0085

DSC_0082

DSC_0077

DSC_0073

Mais fotos

RSS Twitter @bauruhaus

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Blog Stats

  • 38,343 hits

%d blogueiros gostam disto: