Amalgamar

Até o século atual, entre todos os nossos sentidos, houve um grande foco na visão. Nossas ações e produções era em função daquilo que os olhos proporcionavam, como por exemplo: medir, comparar, fazer proporções. Em conseqüência disso, estamos sempre comparando as coisas, vendo as diferenças e as semelhanças, seja dos objetos, dos acontecimentos  ou de nós mesmos. Mas será que com a exploração dos outros sentidos não teríamos uma maior difusão dos que está ao nosso redor?  A mistura, a junção, a coexistência, o “amalgamar”. O papel do designer tem aqui suma importância, pois é ele quem nesse meio com tantos assuntos e temas, fará pontes para convergir e criar novos paradigmas, soluções ou o que estiver sendo projetado. Essa forma de juntar várias disciplinas já é aplicada pelo MIT no Media Lab, um espaço interdisciplinar compostos por vários alunos de pós-graduação e professores  de diferentes titulações e áreas do conhecimento. Lá são elaborados vários projetos, desde confecção de roupas inteligentes como criação musical para leigos.

Site do Media Lab:
http://www.media.mit.edu/

Esse fenômeno pode ser visto também no comportamento das pessoas. É o que vemos no filme “ We All Want To Be Young”, feito após cinco anos de estudos pela BOX 1824. Segundo o filme, a geração dos nosso avôs e pais conquistaram a liberdade na juventude, e nós, os jovens atuais (denominados millennials)  conquistamos cada vez mais o espaço junto com a ferramenta da internet. Isso acontece porque podemos nos expressar de várias formas, tendo a oportunidade de mostrar isso ao mundo, e dessa forma podemos encontrar nossos semelhantes em qualquer  lugar.  “O consumo globalizado promove conexões estéticas e comportamentais com outros jovens do mundo. A internet está promovendo (que) o conteúdo pessoal ganhe dimensões estratosféricas onde tudo pode ser remixado (…) (e isso) também alcança relevância fora da internet”. Assim, mudou também nosso modo de organizar as coisas. A juventude atual não desenvolve mais as coisas de forma linear, assim como na internet, já que uma infinidade de assuntos podem ser tratados no mesmo tempo. “Para os millennials  é natural começar com uma coisa e terminar em outra.” Assim, atualmente as pessoas podem ser multifuncionais:  “É  possível ser surfista, DJ, roqueiro, nerd, cinéfilo e designer ao mesmo tempo.”  Ou seja, devido a esse novo comportamento, já existe uma grande tendência em  juntar, difundir, ser interdisciplinar. Enfim, amalgamar o que temos ao nosso redor.

Filme:  We all wanto to be Young

0 Responses to “Amalgamar”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Início

Linguagens Contemporâneas:

Design e Mobilidade

A disciplina de Linguagens Contemporâneas, do curso de Design da UNESP de Bauru, ministrado pelo Professor Dorival Campos Rossi, é o ponto de partida para uma investigação sobre a cibercultura, a Net Art e todas as outras formas de expressão hipertextual, seja ela real ou virtual.
Acompanhe nossas atualizações!

Junte-se a 15 outros seguidores

Páginas

LC no Flickr

DSC_0086

DSC_0085

DSC_0082

DSC_0077

DSC_0073

Mais fotos

RSS Twitter @bauruhaus

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Blog Stats

  • 38,343 hits

%d blogueiros gostam disto: